sexta-feira, 6 de setembro de 2013


No período de 14 a 18 de outubro de 2013 será reali­zado em São Paulo, em Águas de Lindóia, o XIV Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais com o tema central Impactos da crise do capital nas políticas sociais e no trabalho do/a assistente social”.

O CBAS é o maior evento do Serviço Social brasileiro, realizado a cada três anos, e reúne em torno de 3.000 profissionais e estudantes. É um evento de natureza po­lítico-científica, cujos debates subsidiam a construção da agenda das entidades nacionais da categoria – Conjunto CFESS/CRESS, ABEPSS e ENESSO - para o próximo triênio. Constitui, ainda, importante espaço de divulgação da produção científica e técnica da área do Serviço Social, através da apresentação de trabalhos e comunicações pe­los profissionais e estudantes e do lançamento de livros.

A crise, que eclodiu em 2008, como mais uma expressão da crise estrutural do capital, é o cenário no qual se inscreve esse XIV CBAS. Seus efeitos destrutivos se estendem por toda parte e viola nossa relação com a natureza, minando as condições fundamentais de sobrevivência humana, se expressam na deteriorização das condições de vida da classe trabalhadora, na desregulamentação dos direitos historicamente conquistados, na desorganização política dos sujeitos coletivos e na criminalização dos movimentos sociais. Trata-se de um momento de inflexão histórica, que repercute diretamente nas políticas sociais que são atingidas por um processo destrutivo de direitos, assumindo cada vez mais o caráter minimalista e meritocrático, determinadas pela privatização acelerada dos serviços públicos.

O XIV CBAS coloca no centro da agenda o trabalho profissional neste contexto da sociedade brasileira, tendo em perspectiva intensificar as lutas por melhores condições de trabalho, na perspectiva de fortalecimento do projeto ético-político profissional do Serviço Social brasileiro e sua direção de luta e resistência contra a ordem desumanizante do capital.

Os temas das conferências centrais serão:
- Impactos da crise do capital nas políticas sociais e no trabalho do/a assistente social
- Trabalho do/a assistente social no contexto da crise do capital: desafios para a categoria profissional
As mesas redondas simultâneas discutirão os seguintes temas:
- Enfrentamento da Questão social no contexto da crise do capital: um compromisso ético-político dos/as assistentes sociais
- Os desafios éticos no cotidiano do trabalho profissional dos/as assistentes sociais
O Congresso contará também com oito plenárias simultâneas com temas polêmicos, desafiadores e instigantes, como segue abaixo:
- Trabalho do assistente social na política de assistência social
- Organização política dos/as assistentes sociais: em defesa do trabalho e da formação com qualidade
- Política de drogas: consensos, dissensos e direitos em debate – questões para o Serviço Social
- Diversidade sexual e identidade de gênero: desafios para o Serviço Social
- Os desafios da intervenção profissional do/a assistente social na área da saúde
- Questão urbana e o trabalho do/a assistente social: desafios, lutas e resistências
O trabalho do(a) assistente social na previdência social no contexto de restrição de direitos - desafios e perspectivas.
- Serviço Social brasileiro e sua articulação com países da América Latina e de língua portuguesa